...COM CARINHO...

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Nada é Fácil!


É difícil fazer alguém feliz,
assim como é fácil fazer triste;
É difícil dizer “eu te amo”, assim como é fácil não dizer nada;
É difícil ser fiel, assim como é fácil se aventurar;
É difícil valorizar um amor, assim como é fácil perdê-lo para sempre;
É difícil agradecer por hoje, assim como é fácil viver mais um dia;
É difícil abrir os olhos e enxergar o que de bom a vida te deu,
assim como é fácil fechar os olhos e seguir.
É difícil se convencer de que se é feliz,
assim como é fácil achar que sempre falta algo;
É difícil fazer alguém sorrir, assim como é fácil fazer chorar;
É difícil se pôr no lugar de alguém,
assim como é fácil olhar para o próprio umbigo;
Se você errou, peça desculpas!
É difícil pedir perdão?
Mas quem disse que é fácil ser perdoado?
Se alguém errou com você, perdoa-o!
É difícil perdoar?
Mas quem disse que é fácil se arrepender?
Se você sente algo, diga!
É difícil se abrir?
Mas quem disse que é fácil encontrar alguém que queira escutar?
Se alguém reclama de você, ouça!
É difícil ouvir certas coisas?
Mas quem disse que é fácil ouvir você?
Se alguém te ama, ame-o!
É difícil se entregar?
Mas quem disse que é fácil ser feliz?
Nem tudo é fácil na vida, mas com certeza nada é impossível!
Precisamos acreditar, ter fé e lutar para que não apenas sonhemos,

mas também tornemos
TODOS ESSES SONHOS REALIDADE!
(Desconheço a autoria)

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

"A Soma dos Talentos"


Se a nota dissesse:
“Não é uma nota que faz uma música.
...não haveria sinfonia.
Se a palavra dissesse:
“Não é uma palavra que faz uma página”.
...não haveria livro.
Se a pedra dissesse:
“Não é uma pedra que pode montar uma parede”.
...não haveria casa.
Se a gota dissesse:
“Não é uma gota que pode montar um rio”.
...não haveria oceano.
Se o grão de trigo dissesse:
“Não é o grão de trigo que pode semear um campo”.
...não haveria colheita.
Se o homem dissesse:
“Não é um gesto de amor que pode salvar a humanidade”.
...jamais haveria justiça e paz,
dignidade e felicidade na terra dos homens.
Como a sinfonia precisa de cada nota;
Como o livro precisa de cada palavra;
Como a casa precisa de cada pedra;
Como o oceano precisa de cada gota de água;
Como a colheita precisa de cada grão de trigo;
A humanidade precisa de ti;
Onde estiveres, ÚNICO e, portanto insubstituível.
O que estás esperando para te comprometeres?
(Michel Quoist)





quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Paternidade!


Ser Pai...
É presenciar o milagre da existência:
Ver nascer o primeiro sorriso,
O balbucio das palavras inaugurais,
Os primeiros passos inseguros.

Ser Pai...
É testemunhar a batalha do crescimento:
Enxugar as lágrimas de frustração e tristeza,
Socorrer quedas e tropeços.

Ser Pai...
É partilhar da alegria de cada conquista, aplaudindo-a,
É dividir o peso de cada derrota, confortando-o,
Sem todavia tomá-las para si.

Ser Pai...
É oferecer braços que estendam para o abraço,
Mãos que acariciam ou seguram com firmeza,
Colo que reconforta e aconchega.

Ser Pai...
É ter olhos atentos que enxergam a alma além do rosto,
e mostrar o sorriso que alegra trazendo segurança,
e abrir o coração que entende através das palavras.

Ser Pai...
É ter a voz mansa nos lábios,
Voz que acalenta e ensina com paciência,
E não o grito dos autoritários, donos de única verdade.
(Maria Luíza Brina)
***
Obs:
Ganhei este selinho da Márci&Carlos!
Aproveitei para ilustrar o meu post!
Vale a pena visitá-los!

 
©2007 '' Por Elke di Barros